terça-feira, 9 de março de 2010

Eles x Elas

Curioso observar como o sexo oposto é tão oposto e ao mesmo tempo tão complementar, tão atraente nas suas diferenças tão gritantes.

Não sou feminista, porque não gosto de extremos, defendo a igualdade de direitos e não a superioridade do feminino sob o masculino.

Cada um no seu universo particular, com as características que lhes são inerentes, compõe a delícia que é ser homem e mulher.

Eles, por exemplo, nunca saberão, de fato, na pele, o que é uma TPM e seus efeitos devastadores sob o nosso corpo. Ahh, se eles soubessem... Manteriam distância e ficariam sempre em alerta!

Por outro lado, nós nunca saberemos a sensação de fazer um xixi em pé e em qualquer lugar (poste, muro...), sem o menor constrangimento. Confesso sentir inveja, muita inveja! Quantas vezes não temos que sacrificar a nossa bexiga, correndo o risco de contrairmos uma infecção qualquer, por falta de um banheiro apropriado...

O gurada-roupa deles não permite muitas variações, é básico demais! E dificilmente conseguiriam manter a elegância equilibrando-se em cima de um salto alto.

Enquanto nós, usamos e abusamos das várias possibilidades que temos para nos vestir. Chega a ser um ritual. Sim, um ritual! Por isso, demoramos tanto para nos arrumar para sair.

Constatação feminina: inconscientemente ou não, nos arrumamos para outras mulheres, não para os homens. Ohh! Surpresos? Pois é assim que acontece. A mulher é quem avalia detalhadamente o visual da outra, é quem critica o cabelo, a roupa, o sapato... O homem nos olha sob outra perspectiva.

Nós: emotivas por natureza (sentimos com o coração e com a cabeça), intuitivas, perceptivas, detalhistas, pensamento amplificado ( o que significa que conseguimos focar nossa atenção em várias coisas simultanemente), gestos delicados, voz suave, caminhado gracioso...

Eles: racionais, instintivos, atenção unilateral, desapercebidos (meio autistas mesmo), objetivos, músculos aparentes, gestos grosseiros (costumam falar mais palavrões, se cumprimentam de uma forma meio esquisita)...

Enfim, somos mesmo essencialmente diferentes! E viva tudo isso que nos distingue uns dos outros, pois é exatamente isso que prazerosamente nos aproxima!

Um comentário:

  1. Nossa muito legal adorei rs ..É tudo verdade é incrivel, somos muito diferentes mas não consiguimos viver sem eles =D

    ResponderExcluir