quinta-feira, 11 de março de 2010

Rabiscos


O mundo gira à nossa volta,
É preciso registrar tudo
Na velocidade do tempo.
Escrever o que sente,
O que é urgente,
Uma emoção diferente.
Sonhos sufocados
Gritos silenciados,
Diários guardados,
Transcritos de momentos passados.
Imagens congeladas
Numa mente apagada
Mente vazia, voz silencia...
Ambos buscando um contraste
Com a poesia.
O coração sempre sente,
Pressente, nunca mente.
Papéis amarelados
Sinais do tempo
Marcados para sempre!

2 comentários:

  1. Oi, concordo perfeitamente com a idealização desse texto que vc escreveu. Às vezes o tempo passa sem percebermos o que temos vivido, e quando olhamos para trás, percebemos que poderíamos ter dado mais significância a acontecimentos corriqueiros.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o que você escrevel , tudo é voc~e que escreve sem copia nadinha???? Pois é o tempo é um ótimo rémedio para tudo, pena que vence rápido!

    ResponderExcluir