domingo, 4 de julho de 2010

Lixo virtual... NÃO repasse!




Sempre tive aversão a correntes de internet, a e-mails bestiais, a scraps pré-fabricados, desprovidos do mínimo de originalidade!

No entanto, confesso que desconhecia o verdadeiro objetivo desse tipo de lixo virtual, que na maioria dos casos está a serviço da criminalidade.

Quantas vezes não recebemos e-mails solicitando correntes de fé, pedidos de ajuda para alguém muito doente ( quase sempre uma criança ), com fotos de pessoas supostamente desaparecidas etc. O apelo é tão grande que, se não repassamos a mensagem, ficamos com dor na consciência o dia inteiro.

Na verdade, trata-se de um golpe criado por hackers! Eles estão em busca de e-mails válidos para serem vendidos a empresas, que os utilizam através de SPAMERS (propagandas indesejadas). Ou seja, quando repassamos um e-mail desses para todos os nossos contatos, o criador da mensagem tem acesso a todos os e-mails dos nossos contatos e aos contatos dos nossos contatos...

Além de favorecer os SPAMERS, de posse desses contatos, os hackers podem chantagear as grandes empresas. Ou lhes pagam uma grande quantia em dinheiro ou entopem os servidores de e-mails. Na maioria dos casos, as empresas acabam cedendo, para evitar grandes transtornos.

Além das razões supracitadas, deveríamos utilizar os meios tecnológicos de forma mais eficaz e menos medíocre!

2 comentários:

  1. Excelente alerta Mayre,

    Infelizmente, na internet, a ingenuidade é o principal aliado da criminalidade.

    É impressionante como as pessoas repassam mensagens sem ter o mínimo cuidado de verificar a veracidade das informações, ajudando a espalhar ignorância e muitas vezes o pânico.

    Pra quem não quer passar por bobão repassando asneiras e falsas mensagens para os amigos, recomendo esse site, especializado em desmascarar hoax (histórias falas espalhadas por e-mail): http://www.quatrocantos.com/LENDAS/index_crono.htm

    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Com certeza, eu tenho imenso ódio dessas porcarias, nem abro. Obrigado por nos alertar Mayre, ABRAÇOS!

    ResponderExcluir